Profissão

– Meus amores, o nome do rapaz que faz teatro é “ator” e da moça é “atriz”. Entenderam?!
– Sim.
– Agora deixa a titia ver se vocês aprenderam: o menino é “a…
– …tor”.
– E a menina é?
– “Atá.”

(Elisa, 3 anos)

 
 

Quase

Meu primo estava baixando jogos no celular e alguns continham vírus, então pedi pra ele desinstalar.
Hoje, pela manhã, ele quis baixar outro jogo e perguntou:
– Esse tem verme? Verme, não… praga?

(Miguel, 6 anos)

 

Sabedoria

Um menino tentou bater no meu filho na escola. Nervoso, perguntei:
– E você não revidou, filho?
– Pai, eu gosto de luta, não de briga.

(Alexis, 4 anos)

 

Eu

– Marina, você está falando sozinha?
E a Marina, muito séria, olhou para mim e respondeu:
– Não, mãe. Eu não estou falando sozinha, estou falando comigo mesma!

(Marina, 4 anos)

 

Doutrina

Eu estava na cozinha e Giovanna não parava de mexer nas coisas. Falei:
– Giovanna, larga de ser desobediente, em nome de Jesus.
– Amém.

(Giovanna, 2 anos)

 

De quem?

Estávamos conversando sobre o abacate, quando:
– Bruna, abacate dá no pé.
– No pé? Só se for no seu pé, porque abacate dá é em árvore.

(Bruna, 9 anos)

 

Fome de quê?

Minha priminha gosta de jogar ração pras minhas cachorras.
– E ai Alícia, elas tão comendo?
– Tão, elas comeram tudo, tão com uma fome canina.

(Alícia, 5 anos)

 
 

Inclusão

– Filha, pega um brinquedo para a gente sair pra passear.
E ela pegou a boneca mais esculhambada, atropelada e horrorosa. Então argumentei:
– Pega uma mais bonitinha, essa tá feia.
– Mãe, você não entendeu a história do patinho feio? A gente não pode deixar as pessoas de lado só porque elas são diferentes ou feias.

(Linda, 3 anos)

 

Vocação

– Vovó, o que é profissão?
– É o que você escolhe ser quando crescer.
– Ah, então vou ser uma princesa.

(Sara, 3 anos)