Bons olhos

Estava cuidando das minhas primas e a mais velha perguntou:
– Manú, o que é “pqp”?
A Lulu se intrometeu, respondendo:
– Como assim, Cacá?! Você não sabe o que é “pqp”? É “puxa, que perfeito”.

(Luísa, 9 anos e Catarina, 11)

 
 
 

Breve

O Tiago me pediu para explicar uma situação. Comecei a explicar e fui interrompida pelo Lucas, que terminou de forma bem simplificada. Então eu questionei:
– Por que você resolveu explicar, Lucas?
– Porque você é quilométrica para explicar, mãe.

(Tiago, 7 anos e Lucas, 9)

 
 

Resolvido

Dez da noite e o Paulinho pedindo para comer:
– Vó, me dá uma banana?
– É pesado comer banana essas horas.
– Então segura que eu como!

(Paulo, 4 anos)

 

Não me conte

Ouvindo minha conversa com o irmão Vinícius, meu caçula Nicholas, perguntou:
– Papai, o que é infância?
Aí eu expliquei que é essa fase da vida que eles estão vivendo agora e que depois vem a adolescência, com o tempo eles seriam adultos, como eu. E foi quando ele me interrompeu dizendo:
– Tá bom, pai. Também não precisa ficar dando spoiler, né?

(Nicholas, 5 anos)

 

Fome

Meu sobrinho chegou da escola chorando. Minha mãe perguntou o motivo e ele respondeu:
– Estou com fome. A tia não me deixou comer merenda.
– Como assim? O que ela te disse?
– Pela quarta vez, não!

(Caio, 5 anos)

 

Nem sonhando

Olívia tem medo de altura. Ela e a Clarice estavam no carro quando a Clarice disse:
– Eu sempre sonho que estou num parque de diversões, em uma montanha russa.
Olívia comentou:
– Eu também sempre sonho… que você está numa montanha russa.

(Clarice, 6 anos e Olívia, 4)

 
 

Amor

Virada de ano, fogos de artifício no céu estourando. Caco, eu e o Luiz com a família assistindo, brindando champagne e nos abraçando.
Caco olha para o céu e pergunta:
– Mamãe, onde a Cici está ela também pode ver estes fogos?

(Caco, 3 anos)