Manobrista

Estava estacionando o carro de ré e minha prima disse que iria me ajudar. Desceu do carro e ficou sinalizando com a mãozinha para que eu continuasse.
– Manú, posso ir?
– Pooode!
– Não vou bater?
– Vai!

(Manú, 4 anos)