Eu

– Marina, você está falando sozinha?
E a Marina, muito séria, olhou para mim e respondeu:
– Não, mãe. Eu não estou falando sozinha, estou falando comigo mesma!

(Marina, 4 anos)